O Tabliteiro

Home Estudo Parceiros Tabela lidraughts Contato

64º TORNEIO DE JOGO DE DAMAS TRADICIONAL DE COPACABANA




Roberto Alencar(O Garçon) venceu o 64º Torneio de Jogo de Damas Convencional de Copacabana com 10 pontos e em segundo lugar, também com 10 pontos, William Ocanha.

Roberto Alencar somou 3 vitórias contra 4 vitórias do William, porém terminou o torneio invícto e mereceu a primeira posição no torneio.

Nosso querido amigo e GMI(Grande Mestre Internacional) Douglas Diniz, esteve presente mais uma vez nos prestigiando neste evento o que nos faz sentir muito honrado.

Finalmente os desaparecidos apareceram e entre eles nosso grande amigo Vizzoni cujo último confronto em jogos oficiais foi a mais de 10 anos atraz. Vizzoni prometeu participar do próximo torneio e trazer uma damista para participar do evento.

Tivemos também a participação do amigo Jonel Eidelman Akselrad e sua presença só almenta o nível de técnico do torneio.

O próximo torneio (65º Torneio de Damas Tradicional de Copacabana) será no dia 13 de outubro e a AJDT convida a todos antecipadamente para estarem na praça Sara Kubtheck em Copa às 09:30h.

Veja como ficou a classificação geral nos links abaixo:

Classificação Geral/2019 Torneios/2019






João Ricardo / Luis Pinto Silva/ Linneu Monteiro

Contatos : damascopacabana.blogspot.com
Luiz Pinto (021) 9 9173 8257
João Ricardo (021) 9 6884 1931

Campeonato por Equipe de
Jogo de Damas


Lances geniais
levam as brancas
à vitória.



Por: Geraldo Mangela

Sensacional! Essa palavra resume o espírito que foi o evento realizado no dia 31/08/2019, na Associação Damistica da Baixada Fluminense. Sem dúvida, a êxtase ficou para a última rodada quando as equipes melhores colocadas “Nova Iguaçu e Duque de Caxias” se encontraram para definição da primeira colocação.

Cantei a pedra antes, a decisão vai estar nos confrontos dos ícones principais das equipes ou no critério por pontos acumulativos, isso devido o equilíbrio de forças das equipes e no final a duas equipes terminaram empatadas com 10 pontos.

O melhor tabuleiro de Nova Iguaçu (Moises Felipe Roberto enfrentou Roberto Alencar (Garçom), também o melhor tabuleiro de Duque de Caxias, foi uma luta de titãs e o match deu empate e com muitas faíscas, notou-se claramente que os adversários se entregaram de corpo e alma em busca da vitória, o mesmo ocorreu no confronto Elias José (Guapi) (Duque de Caxias x Raimundo Nonato (Nova Iguaçu), e também deu empate).

No final Duque de Caxias sagrou-se campeã do torneio, no critério de pontos acumulativos (50x48). Atletas das equipes vencedoras na primeira e segunda colocação.

Duque de Caxias-RJ
Roberto Alencar – Elias José - Mike Ramon – Marcos Justino e José Antonio Teixeira

Nova Iguaçu-RJ
Moises Felipe – Raimundo Nonato – João Batista (Palhada) - Vagner e Raimundo Teodoro.

Destaque: Ricardo Victal da equipe de Santa Cruz reapareceu depois de 10 anos ausente em competições oficiais, mostrou que é mestre nessa modalidade, temos que tirar o chapéu.

Parabéns para organizadores das outras equipes. Ferdinando Farias – Lion – Manoel Evaristo - Bangu e Carlos Henriques (mestrinho) – Santa Cruz-RJ.

Por: Marcos Justino

31 de agosto foi muito especial para todos os jogadores de Damas que participaram da disputa de equipes. Essa modalidade foi adotada para unirmos em uma só disputa os melhores jogadores das cidades onde o jogo de Damas tem raízes.

Disputa de equipes tem a ambição de dispertar nas equipes a vontade na evolução de um aprendizado ambicioso melhorando assim o desempenho dos jogadores. A vontade dos líderes das equipes é que cada reencontro seja melhor. temos aínda que melhorar e aperfeiçoar nossas experiências...

Iremos buscar recursos para ofertar as equipes e seus jogadores premiações em dinheiro e objetos de usos para a prática do jogo de Damas, como: Relógios, tabuleiros, peças, damas imantadas, etc...

Marcos Justino Ribeiro

Minhas Memórias




Dia 24/08/1954, eu frequentava o Grupo Escolar Dona Castorina Cavalheiro, em Campinas e me lembro que fomos dispensados da aula, devido ao "suicídio de Getúlio Vargas”.

Meu pai tinha um Bar na Rua Dom Pedro I fundo do Seminário Plesbiteriano da Av. Brasil, hoje Faculdade Makenzie e naquele dia, um grupinho de jogadores de Damas resolveu realizar um torneio, mas contavam com apenas sete jogadores e precisavam de mais um para formar número par.

Convidaram-me e aceitei. Com apenas 11 anos enfrentando as feras da época. Por não ter ficado na lanterna dessa competição, nasceu em mim, uma vontade enorme de progredir e aprender mais sobre o Jogo de Damas. Entre os participantes, havia um deficiente (faltava-lhe um dos braços) conhecido como Luizinho "bicheiro" (trabalhava como cambista do jogo do bicho) que sempre me ensinava as técnicas sobre a modalidade.

Fui crescendo, conhecendo outros jogadores, até que um dia o Luizinho me levou para conhecer um entusiasta damista Waldomiro Beretta , no Bar e Café do Povo (General Osório esquina com Barão de Jaguara) hoje um Cartório.

Jogamos umas 10 partidas e perdi 15 rss, mas recebi elogios do Mestre. Depois disso nunca mais parei. Além de jogador, fiz alguns cursos de arbitragens (Xadrez inclusive) , ajudei a introduzir o Jogo de Damas nas escolas, participando de muitas capacitações de professores da rede pública estadual.

Durante algum tempo, dei aulas para crianças jovens em diversas localidades, organizei simultâneas de Damas em Clubes Recreativos, Hotéis e Pracas Públicas a fim de divulgar o esporte, divertir e motivar as pessoas, principalmente as crianças.

Com o tempo passei a organizar torneios, além de 2 Campeonatos Brasileiros, Águas de Lindóia em 1988 e Paulínia em 1989.

Em 1990 recebi um convite para candidatar-me à Presidente da Federação Paulista de Damas, ficando por mais de 9 anos no comando da entidade. Escrevi um livro "Aprendendo o Jogo de Damas" editado em 1993.

Até hoje, são 65 anos dedicado a esse esporte e continuo como atleta, junto a terceira idade, participando dos JORIS, sempre com o objetivo de incentivar a prática da modalidade. Estou às ordens para possíveis questionamentos.

(Por: Alvacir Augusto Ferreira)



Celso Fernandes

Damistas do meu Paraná!


Dr. Eduardo Michel Vieira Gomes

Se você joga damas ou tem interesse em aprender gratuitamente, temos um grupo de whatsapp disponível para compartilharmos ideias, discussões, movimentações do jogo, tudo em síntese deste aplicável objetivo.

A ideia é futuramente, criarmos associações e integrá-las à federação paranaense, mas para isto, precisamos de damistas e agentes que possam contribuir nessa formação. O Professor Eduardo, de Francisco Beltrão/PR, pioneiro desta iniciativa, faz um grande trabalho à capacitação de professores paranaenses para divulgação do esporte na rede pública de ensino do Estado.

O jogo de damas possui características didáticas, que entorno do aprendizado, envolve o aprendiz a criar poder de decisão, indicação de alternativas lógica e matemática, desenvolvimento intelectual, social, além de integrar soluções pacíficas entre as diversidades. Por estas atribuições, a ideia do Professor Eduardo é conceder essa modalidade à disciplina nas escolas. Para fazer parte desta integração, seja como colaborador ou jogador, envie um e-mail para: eduardomvg1402@gmail.com para adicioná-lo.

Link para uma reportagem no jornaldebeltrao.com.br/

Ezequiel Libonati

CURSO BÁSICO DE JOGO DE DAMAS.
MODALIDADE 64 CASAS.

Autor: Geraldo Mangela de Souza
Coautor: Moises Felipe Roberto

A Finalidade desse Projeto é mostrar os valores educacionais do jogo de damas ao iniciante e seus aspectos no pensamento cognitivo como abstração, memorização, raciocínio, estratégica e outros. A verdade que a prática do jogo de reflexão pode aumentar de forma positiva as notas em matemática, por ser uma disciplina é essencialmente baseada na lógica... Ler mais