HISTÓRICO DO DEPARTAMENTO DO “JOGO DE DAMAS” DO CLUBE BOMFIM RECREATIVO E SOCIAL

59 ANOS DE HISTÓRIA...

Foi em uma manhã de domingo, 09/03/1958, portanto, há exatos 59 (cinquenta e nove) anos, que os primos, Écio Poggetti e Oswaldo Pogeti, se dirigiram à antiga sede social do então Bonfim Futebol Clube (Av. Gov. Pedro de Toledo, 1161), a fim de obter mais informações pois, ao abrirem o jornal Correio Popular naquela manhã, Écio leu a minúscula notícia:
“O Deptº. Social do Bonfim F. Clube comunica a seus associados que os jogos de salão Damas, dominó, xadrez etc... continuam à disposição dos mesmos, todas as noites, das 20 às 22:30”.

Lá chegando, foram recebidos pelo então 2º secretário e diretor de plantão, William Bucco de Carvalho, que, por coincidência, desde criança, era um aficionado da modalidade e estranhara a informação veiculada pelo jornal, visto que era um dos secretários da diretoria, praticava a modalidade e nada sabia sobre atividades damísticas no clube.

Entretanto, para que os primos Poggetti não perdessem a viagem, William convidou-os para jogarem em sua sala, sob a promessa de que iria apurar a notícia e de que eles poderiam voltar, no domingo seguinte, para os devidos esclarecimentos.

Oswaldo voltou para casa, mas William e Écio jogaram damas naquele domingo durante o resto do dia, sem parar nem para o almoço.

O então “Bonfim Futebol Clube”, nome oficial na época, presidido pelo saudoso bonfinense Alcindo Ferreira da Silva, era um clube projetado na cidade pela sua forte equipe de futebol amador e já contava com uma estrutura organizacional muito boa tendo, na sua diretoria, departamentos autônomos muito atuantes, dentre os quais se destacavam o de basquetebol comandado pelo finado Walter Belenzani, e o de motociclismo.

Em 10/03/1958 (2ª f.), portanto, logo no dia seguinte, a diretoria do Clube, que se reunia às segundas-feiras, a pedido do William incluiu o assunto na pauta da reunião e decidiu, por unanimidade, criar mais um departamento – O “DEPARTAMENTO DO “JOGO DE DAMAS”.

Uma semana depois, quando voltou, Écio foi informado por William de que se tratava de um comunicado da Secretaria Social do clube, apenas c/ a finalidade de angariar novos sócios mas que havia recebido autorização da diretoria para a fundação do “Departamento do Jogo de Damas”.

William e Écio optaram então pela data de 10/03/58 (2ª f.), para ser o dia da fundação do Deptº. por ter sido o dia da reunião da diretoria.

A NOTÍCIA SE ESPALHOU E OS DAMISTAS FORAM SURGINDO...

Écio Poggetti e Oswaldo Pogeti, juntamente c/ José Conti, jogavam damas na sapataria do Sr. Lile, pai do Écio, na R. Visconde do R. Branco no centro e, a convite do William, passaram a jogar no Clube Bonfim.

E então, nos domingos seguintes, os bons damistas campineiros da época foram surgindo, como Gelásio Jesus, Antonio Ortega, Egidio Rôvere, Waldomiro Beretta, Jair de Oliveira (falecido em 27/08/92) e seu irmão Jurandir, Dario G. Di Girolamo, José C. Cabrino, Mario Bertuzzo, Nilton Padial, Lenine P. Guimarães, Zíngaro (o cigano), Simão, Cesário, Vicinâncio etc... e mais tarde Alvacir A. Ferreira, Cícero Bezerra, Laércio G. Silva, Manuel G. Quintas, Manoel Costa, João C. B. Serrazes, Pompílio, Pedroso, Romeu F. Castro, os três de Cosmópolis: Almiro, João Batista e Zé Maria (falecido em 23/01/09), Expedito Ribeiro (falecido em 16/02/03), Urbano T. Almeida, Marcelo Ciro, Osvaldo P. Barbosa, Geraldo G. Mello, Romney Leite, João C. Almeida Leite, Luis F. Vedolin, Valdecir S. Rozario (falecido), Armando Jorge (falecido) etc... e muitos outros de cujos nomes não nos recordamos.

CAMPEÃO PAULISTA POR EQUIPES EM 1966

Na época, a Federação Paulista de Damas organizava competições por equipes e, em 1966, o Clube Bonfim sagrou-se campeão estadual.

Nasceram, inevitavelmente, novas amizades e formaram-se outras equipes para enfrentar a equipe Bonfinense que, naquela época, jogava com um número variável de jogadores, quatro, cinco ou, às vezes, seis atletas.

Assim apareceu, liderando mais quatro damistas do bairro da Vila Nova, o então jovem Alvacir Augusto Ferreira (Ciro) que, mais tarde, se tornou presidente da Federação Paulista e, em 1968, sagrou-se campeão do “I Campeonato Popular”, hoje com 49 edições.

A 50ª edição deverá ser realizada em maio de 2017 (dom.).

CAMPEONATO CAMPINEIRO: O ORGULHO DO DEPTº...

O grande ideal daquele grupo que acabara de se formar era organizar, anualmente, um Campeonato Campineiro Individual de 64 casas.

Em 1961, foi realizado o I Campeonato Campineiro Individual em tabuleiro de 64 casas (Écio Poggetti sagrou-se campeão). Na época não havia tablita. Somente em janeiro de 1985, organizou-se o “I Campeonato Campineiro Individual de 100 Casas”, a chamada Dama Internacional.

AS IMPORTANTES VISITAS DE BAKUMENKO E FERRINHO...

Em 1963 o Deptº., como era chamado, resolveu convidar dois renomados damistas da época, para virem a Campinas para algumas partidas simultâneas. Foi convidado então o mestre russo Waldemar Bakumenko, várias vezes campeão mundial e, em seguida, outro mestre da época, o português Carlos A. Ferrinho, ambos recém-chegados ao Brasil.

O sucesso foi absoluto e o impulso no damismo da cidade foi imenso.

Em 1970, mais confrontos por equipes e, desta vez, intermunicipais: o Bonfim foi jogar em Piracicaba e depois recebeu a visita dos piracicabanos onde jogava Lélio M. L. Sarcedo, de apenas 14 anos.

Na partida da volta, no Clube Bonfim, Lélio conseguiu vencer o Jair o que foi motivo de muita gozação, por ele ter perdido para um damista tão jovem; no ano seguinte, o Lélio viria sagrar-se campeão brasileiro da modalidade e foi a vez então do Jair dar o troco da gozação não se cansando de enaltecer o garoto Lélio, hoje Presidente da Confederação Brasileira do Jogo de Damas.

Assim, o “Deptº. do Jogo de Damas do Bonfim Recreativo e Social”, fundado em 10/03/58 (2ª f.), portanto com 59 anos, é hoje o mais antigo da América Latina em atividade ininterrupta (atestado pela Conf. Brasilª do Jogo de Damas) e, juntamente com William e Écio, também foram considerados fundadores, os damistas Oswaldo Pogeti e José Conti este “Campeão do 1º Torneio Início de Damas”, em junho de 1958.

Pelo estatuto da Federação Paulista do Jogo de Damas, elaborado em 05/04/63, o Clube Bonfim consta como uma das associações fundadoras.

Em 1974 e até 2003, Expedito Ribeiro, juntou-se a William e Écio.

Em 1976, o Expedito deu a idéia de disputar-se, também anualmente, um torneio ao qual batizou de “Caras e Coroas” e que já tem 42 edições.

A 43ª edição deverá ser realizada em 30 de abril de 2017 (dom.).

Expedito tornou-se um damista de primeira linha: em 1984, com Quintas e Klayton, foi campeão paulista do Open em tabuleiros de 100 casas e, em 1993, foi campeão por equipe nos 37º Jogos Regionais de Valinhos, representando Campinas com a camisa do Bonfim e formando uma equipe excepcional ao lado de Écio, Costa, Marcelo Ciro e Laércio.

Mais tarde juntaram-se ao Expedito, o Urbano e o Cesário, entre outros, para se especializarem em tabuleiros de 100 casas, a chamada “Dama Internacional” e inúmeros campeonatos desse tipo foram organizados pelo Deptº. do Jogo de Damas do Clube Bonfim.

Nasceram no Clube Bonfim para o mundo damístico, atletas como Jefferson A. Roque, Luís Roberto Santos, Renato Rodrigues, Rafael A. Reis, Martha S. Rozario, os quais em 2002, foram campeões invictos da XVII Olimpesec, batendo entre outras, uma fortíssima equipe de São Caetano do Sul, da qual constava, entre outros Humberto Bifolco e que houvera sido contratada pela Associação Atlética Ponte Preta.

O Deptº. do Jogo de Damas do Cl. Bonfim tem promovido, todo ano, três competições de 64 casas: Caras e Coroas (42 edições), Campeonato Popular (49 edições) e Campeonato Campineiro (55 edições) sendo que Manuel Garcia Quintas, o Manolo, é o maior Campeão Campineiro de todos os tempos, com 18 (dezoito) títulos conquistados.

Do início até 1982 (20ª edição), o Campeonato Campineiro era restrito apenas aos damistas residentes em Campinas mas, de 1983 em diante, tornou-se um torneio “open”.

Em 07/10/1999 faleceu Écio Poggetti; em 16/02/2003, Expedito Ribeiro e, em 2013, Oswaldo Pogeti.

Resta agora, à frente do Deptº., apenas William Bucco de Carvalho, que mantém no clube uma escolinha do Jogo de Damas para principiantes.

AGRADECIMENTOS

É importante agradecer à direção do Clube Bonfim, aos damistas em geral e, principalmente, aos da velha guarda que, de uma forma ou de outra, contribuíram para que chegássemos aos 59 anos de existência ininterrupta, com destaque especial à abnegação do nosso saudoso amigo Écio Poggetti.

Um agradecimento carinhoso ao jornal Correio Popular que, nas décadas de 60 e 70, patrocinou vários Campeonatos Campineiros.

Um agradecimento especial aos sites www.clubebonfim.com.br, www.otabliteiro.com.br e www.topdam.com.br que sempre nos apoiaram.

Todos vocês fazem parte da nossa história. Nosso muito obrigado.

Campinas/SP, 10 de março de 2017 (6ª f.).
_____________________________________________________
William Bucco Carvalho – Cref 031.843-P/SP
Deptº. Jogo de Damas – Bonfim Rec. e Social.